Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 16 de Julho, 2008




Começa em Ribeirão Pires ( a 40 km da capital) o 4º Festival do Chocolate. Serão quatro semanas (de sexta, sábado e domingo), com vários shows, muitos quiosques de doces e salgados, montados no Complexo Cultural Ayrton Senna (centro da cidade – Av. Brasil, ao lado da delegacia), entrada gratuita e com toda a segurança.

18/07 – 6ª feira
18h – Piloto Automático (pop-rock)
19h15 – Ronnie Packer – Elvis Cover (rock internacional)
20h30 – O Teatro Mágico (musical)

19/07 – Sábado
17h – The Diones (pop-rock)
18h15 – Lipstick (pop-rock)
19h30 – Sandro Matos (forró)
20h30 – Pato Fu (pop-rock)

20/07 – Domingo
10h – Radio Taissô (ginástica oriental)
11h – Grupo Ajissai Bunka (dança japonesa)
11h30 – Rafael Matsunaga (campeão brasileiro e mundial de ioiô freestyle)12h – Maurício Miya (sertanejo)
13h30 – Grupo Ajissai Bunka (dança japonesa)
13h40 – Taikô de Fukuhaku (percussão)
14:15 – The Oriental Magic Show (ilusionismo)
15:10 – Pik Massaru (cantor pop)
16h – Grupo Okinawa Miyo – Gakushukan (folclórico)
16h30 – Minbu, Taiko e Kenko Taissô (percussão e dança)
17h15 – Miss Centenário Brasil-Japão – Karina Eiko Nakahara (desfile)

Mais informações

Anúncios

Read Full Post »

A Ceagesp criou no último ano um calendário de eventos para promover produtos de época e mostrar ao consumidor como enriquecer a alimentação fazendo economia.

O mel sempre foi reconhecido por suas propriedades terapêuticas. É energético, bactericida, antisséptico, vasodilatador e sedativo. E além de dar um gosto diferenciado a muitas receitas, deixando as comidas com um gosto especial.

Além de açúcares (glucose e frutose) é constituído por minerais (cálcio, cobre, ferro, magnédio, fósforo, potássio e outros) e por metáde dos aminoácidos existentes. Apresenta, ainda ácidos orgânicos (acético e cítrico), vitaminas do Complexo B, vitaminas C, D, e E e considerável teor de antioxidantes (flavanóides e fenocólicos).

Por suas características adstringentes e suavizantes, o mel tonifica e rejuvenece a pele. Mais nutritivo e menos calórico que o açúcar, ele também reduz o colesterol nas artérias e previne problemas cardíacos.

Serviço

Aberta ao público consumidor, a Campanha do Mel acontece de 16 de julho a 31 de agosto nos Varejões Ceagesp — todas as quartas-feiras, das 16h às 22h, na Praça da Batata (portão 7); sábados e domingos, das 6h30 às 13h, no MLP, portão 3 da Av. Dr. Gastão Vidigal (altura do nº 1946), ou portão 13 da Marginal Pinheiros.

Fonte: Gastronomia e Negócios

Read Full Post »

do site Gastronomia e Negócios

A chamada Lei Seca, que restringe a quase zero a tolerância à ingestão de bebidas alcoólicas por parte de condutores de veículos automotores e que tem causado polêmica nos últimos dias, também pode representar oportunidade para alguns ramos de atividade, um deles, o do agronegócio café. É o que aponta Celso Vegro, pesquisador do Instituto de Economia Agrícola, ligado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (IEA/Apta/SAA).

Os reflexos da lei, segundo ele, vão desde efeitos sobre os estabelecimentos especializados na bebida (cafeterias e quiosques) e os do ramo da alimentação, mas não especializados em café (bares, lanchonetes, restaurantes, doçarias, sorveterias, dentre outros), até sobre outras casas comerciais e de serviços (revenda de automóveis, bancos, clínicas, laboratórios e cabeleireiros, por exemplo), além das modificações nos hábitos de consumo dentro de casa.

Vegro prevê uma “corrida” dos estabelecimentos em busca de oferecer alternativas. “Disso resultará um aumento do interesse em profissionalização do serviço de café, com a introdução do tipo expresso e a especialização do barista na execução do preparo da bebida, a seleção de grãos gourmet ou superior e ainda a introdução das cartas de café para diversificação das origens, preparações e combinações não-etílicas”, diz.

Ele alerta, no entanto, que é necessário um esforço de marketing para que essa alternativa se firme no âmbito das escolhas dos apreciadores de bebidas alcoólicas. E não só: “Esses estabelecimentos demandarão alguma repaginação de desenho, propiciando ambientes em que prevaleça a frugalidade, a simplicidade e a valorização do ócio criativo. Cresce, portanto, o apelo para que sejam agregados serviços como o acesso à web, com decoração de cunho moderno e jovial”.

As mudanças nos hábitos e preferências dos consumidores são graduais, mas deve haver, por parte dos comerciantes, empenho em ampliar o “leque”. As estratégias sugeridas pelo pesquisador são a introdução de outras formas de preparação, como as bebidas lácteas à base de café e o iced coffee. “Ademais, deveriam avaliar a possibilidade de estender o funcionamento para as 24 horas do dia e promover uma desconcentração do menu alicerçado nos tira-gostos e pão de queijo, introduzindo pratos requintados e especialidades em doces e salgados”.

Vegro afirma que a reglamurização das cafeterias poderá ganhar ímpeto ainda maior, “desde que o segmento se empenhe em manter a oferta de produtos de alta qualidade (cafés gourmet, superiores, especiais), e lidere os esforços em publicidade que motivem a troca de hábito que a nova legislação induz”.

Read Full Post »