Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 14 de Julho, 2008

Ingredientes
4 tomates médios
3 colheres (sopa) de coalhada seca
2 xícaras (chá) de ricota amassada
2 colheres (sopa) de cebola ralada
sal e pimenta-do-reino branca a gosto
2 colheres (sopa) de manjericão fresco
4 colheres (sopa) de azeite

Preparo
Corte uma tampa de cada tomate. Com uma colher retire, com cuidado, o miolo e reserve os tomates. Misture em uma vasilha a colhada seca, a ricota, a cebola, o sal, a pimenta e o manjericão. Recheie os tomates com essa mistura e coloque em uma travessa. Regue o azeite e sirva a seguir.

Rende 4 porções

Read Full Post »

Lei seca, vidas secas!

Por Léo Dias

Que me perdoe Graciliano Ramos pela brincadeira, mas brincadeira mesmo e de mau gosto é esse lei seca. Antes que me atirem pedras, deixem eu me explicar. Eu sou a favor de banir os motoristas imprudentes que dirigem embriagados, obviamente.

O que não pode é banir a sociedade do hábito de beber socialmente!

A lei tem que ser mais flexível, mais transparente em sua interpretação e aplicada com critério. Que peguem em comandos os bêbados que não conseguem nem ficar em pé, estendam a responsabilidade cível aos donos de bares que vendem bebida alcoólica.

Agora lhes pergunto: como sair para jantar e tomar uma taça de vinho? Quiçá uma garrafa (750 ml de vinho = 105 ml de álcool em média). Acabou! Você não vai com sua namorada e um taxista juntos, não é? Ele vai deixá-los num flat depois com um sorriso fagueiro na face? Isso sem falar que lhe custar só de táxi, dependendo de onde mora a namorada ou acompanhante, mais de 100 reais! 100 reais!!!

Eu como adoro, digo, adorava sair para tomar um vinho estou perdido, assim como a aplicação da lei. Muito se fala da Constituição Federal, que diz que nós não podemos criar provas contra nós mesmos, mas na lei fala em exame sanguíneo, ou seja, uma confusão.

O ponto é: sejamos sensantos ao criar e aplicar leis. Permitam que bebamos duas taças de vinho num jantar, que possamos brindar com os noivos em casamento, mas recriminemos sim o imbecil (porque é um imbecil e desculpem-me pela sinceridade e palavras pouco polidas) que sai do bar trançando as pernas e que nem sequer lembra onde mora. Esse sim deve perder a habilitação, ter seu carro apreendido e que ele perca uma noite no máximo para curar um porre, mas não uma vida no próximo cruzamento.

Read Full Post »

Ingredientes
Uma picanha inteira
Tempero a vontade (tomate, coentro, salsa, cebolinha, cebola, alho, sal, massa de tomate)
1 lingüiça defumada
um pouco de vinho tinto.

Preparo
Rechear a picanha com o tempero batido e a lingüiça, cozinhar na panela de barro com todo o tempero batido até o ponto. Colocar o vinho e deixar mais um pouco com fogo baixo.
Servir fatiada com o molho por cima, acompanhado de farofa. Servir com pão ou acompanhamento de refeição.

Read Full Post »

Ingredientes
400 g de picanha
pasta de alho e manteiga
400g de mandioca
200g de manteiga
100g de mussarela

Preparo
Temperar 400 g de picanha com pasta de alho e manteiga. Jogar na chapa até dar o seu ponto – mal passada ou bem passada. Cozinhar 400g de mandioca e depois de cozida, acrescentar 200g de manteiga na frigideira. Misturar até a manteiga derreter, colocar tudo num recipiente e ralar 100g de mussarela por cima. Servir a picanha separada numa tábua. Decorar com tomates e alfaces.

Read Full Post »