Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Melona’

Ex-aluna da Metodista faz sucesso com blog culinário e ainda demonstra como é possível fazer bom jornalismo em mídias segmentadas.
 
Por Rafael Brito
“Você não quer experimentar esse sorvete?”

“Sorvete? Que sorvete?”

Não conseguia ver nada parecido com um picolé sobre a pequena mesa de madeira onde estavam as minhas anotações. Eu e Cláudia Midori estávamos no Restaurante e Café Banri, no bairro da Liberdade. Chegamos lá por volta das 14h30. A temperatura estava agradável e já estávamos conversando há alguns minutos.

Desde quando chegamos, fiz questão de marcar no relógio: foi mais de uma hora e meia de entrevista. Cheguei até a pensar que não conseguiria muita coisa naquele dia. Ledo engano! Parecia que o tempo estava a nosso favor, porque ela descortinou tantos temas envolvendo sua vida que por pouco não liguei o gravador para ter certeza que não perderia nenhum detalhe.

Não liguei. Preferi caneta e papel para captar mais o sentido de suas palavras, ou melhor, a maneira peculiar como ela falava. Midori não faz nenhum esforço para tentar transmitir uma boa impressão enquanto narra sua história. Ela demonstra o que pensa de forma muito natural e com transparência. Sem querer agradar ninguém e, ao mesmo tempo, sem cair na arrogância típica dos jornalistas, ela volta ao passado para resgatar algumas memórias da época em que era universitária.

Foi quando ela interrompeu nosso diálogo para fazer aquela pergunta…

Eu não sabia direito o que responder, até que ela me mostrou, envolvido em uma embalagem verde clara e num formato nada convencional (um retângulo), o “Melona”!

“O quê?”

“É o Melona! Prove!”

Com certeza não me arrependi de tê-lo provado!

“Ele também está no blog!”

O Site Comidinhas é o diário virtual gastronômico de três jornalistas onde o sorvete coreano “Melona” tem direito à post, foto em tamanho grande e comentários elogiosos dos leitores. Sucesso total! Só eu não sabia…

Receitas, restaurantes, comidas e drinks. Esses são apenas alguns dos itens que compõem o delicioso cardápio exibido nesse blog de Cláudia Midori e de suas amigas Jaci Brasil e Camila Verbisck, ambas também formadas em Jornalismo pela Metodista. Com apenas cinco meses de vida, o Site Comidinhas já recebe em média 600 visitas por dia, e isso sem fazer nenhuma propaganda!

Esta é uma das conquistas que marcaram a vida dessa jovem jornalista de 27 anos, repórter da revista Relógios & Jóias. Desde abril de 2007, ela se tornou autora de centenas de dicas culinárias e indicações de lugares em São Paulo especializados nos mais variados pratos. Das três garotas, Cláudia é a que mais aparece no blog.

Na Metodista, ela lembra que seu melhor momento foi quando escreveu para um site sobre Hip Hop (chamado “Bocada Forte”), na disciplina do professor Herom Vargas, e depois foi convidada pela Rede Globo, junto com o seu grupo, para ajudar numa matéria sobre a diferença entre o movimento Hip Hop em São Paulo e no Rio de Janeiro. A reportagem foi transmitida no programa Altas Horas, do Serginho Groisman. Ela contou que não apareceu como repórter, pois ficou ajudando a Ana Carolina, uma das amigas do grupo, na produção.

Para falar a verdade, ela nem imaginava que sua vida fosse pegar o rumo em que está agora. Sua idéia fixa era sair da faculdade como uma grande fotógrafa, pois passou a conhecer muito bem essa área depois que conseguiu um estágio no laboratório de fotografia da Metodista. Ficou lá por um ano e meio e disse que lembra desse tempo com alegria.

A partir daí a trilha começou a mudar. Entrou como estagiária no Diário do Grande ABC, onde escreveu no caderno “Setecidades” e colaborou na editoria de “Esportes”. Na ocasião fez uma matéria sobre softball que foi capa do jornal.

Foi lá que Cláudia passou por momentos difíceis como repórter. Sua primeira matéria escrita na correria abordou o horário de verão. Ela foi orientada para entrevistar somente pessoas que tivessem um perfil bonito e, ao voltar à redação, a chefe ficou olhando por um bom tempo as fotos até declarar, incisiva: “Essas pessoas não são nem um pouco bonitas, Cláudia!”

Mas que sufoco! Ainda bem que ficou só na bronca!

“Como prática foi muito bom! Eu tinha liberdade para sugerir pautas”, garantiu. Depois do Diário, Midori deu início a uma trajetória em revistas segmentadas que jamais pensaria trilhar a alguns anos. De fotógrafa, a estudante de jornalismo da Metodista passou agora a repórter da revista Adventure Camp, do Guia da Farmácia e, por último, da Relógios & Jóias, onde permanece até hoje.

Hoje com mais de três anos na empresa, a jornalista conta que não esperava ingressar em veículos segmentados. “Quem diria que eu ia falar sobre jóias? Nunca pensei e ninguém pensava que um dia eu fosse falar de jóias, porque eu nunca quis nada voltado para essas coisas de luxo”, afirma.

A Relógios & Jóias é uma revista mensal com 48 anos no mercado, que tem como público-alvo os fabricantes de jóias e relógios, além de colecionadores. A área de joalheria de arte – que nas palavras dela “não visa o belo, mas o conteúdo” – se tornou o tema preferido e alvo de uma dedicação especial. “Me dei bem nessa área porque aprendi muito mais do que a maioria das revistas mostram – como por exemplo, combinar uma coisa ou outra com a roupa. Sei da história, como o trabalho é feito do artesão até o consumidor final”, explica.

De conhecimento técnico em pedras, broche e lapidação, até a história do relógio, ela fala sem nenhuma dificuldade do que já aprendeu e sobre o que já escreveu.

E não faltam demonstrações de que a área é promissora e rende assuntos interessantes. As mídias segmentadas onde atuou nunca a impediram de investigar outros temas, mas pelo contrário, sempre exigiram dela uma atualização contínua.

Economia, política, turismo, celebridades: tudo isso influencia o que ela escreve e a faz se interessar cada vez mais pelo mercado de jóias. “O mercado brasileiro de gemas e jóias está bem no mundo, para você ter uma idéia superficial, US$ 644 milhões foi o que o mercado brasileiro exportou só no primeiro semestre de 2007”, dispara como uma prova de que a economia é vital para sua profissão.
 
“É uma área onde eu me divirto, mas que também tem seus momentos de estresse”.

E de recompensa…

Midori já fez quatro viagens para Hong Kong e uma para a África do Sul, todas pela Relógios & Jóias, sendo que sua viagem mais recente foi para Hong Kong, no dia 2 de setembro de 2007. Ela cobre o “Hong Kong Jewellery Show” – uma das mais conceituadas feiras de jóias do mundo – e também a “Hong Kong Watch & Clock Fair”, a principal feira de relógios da Ásia.

Nessas idas e vindas, o blog sempre ganha um recheio a mais com as histórias sobre os pratos exóticos que Cláudia experimenta no Oriente. Mas ela confessa: “Sempre volto com vontade de comer arroz, feijão, bife e batata frita”.

Os internautas ganharam uma excelente fonte de receitas, com dicas de lugares para comer, enquanto a Relógios & Jóias obteve um salto de qualidade no texto e no layout por causa dela. Além disso, a revista agora alcançou um público maior depois que Cláudia teve a iniciativa de mudar aos poucos a linguagem do veículo, a fim de despertar o interesse de pessoas comuns que não possuíam nenhum conhecimento prévio sobre jóias.

“Ao mesmo tempo em que é bom, cansa, mas o fato de eu gostar é o que me segura lá. E eu não sei até quando esse ‘gostar’ vai me manter lá, até quando eu vou resolver sair para procurar outra coisa”, confessa. O prazer em falar sobre seu trabalho e a motivação que a impulsiona a pesquisar mais sobre aquilo que ainda não conhece nesse ramo indicam que Cláudia vai continuar ali por um bom tempo. Afinal de contas, o que ela quer mesmo é “ser feliz, viajar mais, rir mais, falar mais, dormir mais, essas coisas básicas”, declara.

E como era de se esperar, ela adora comer para escrever no blog! E isso ela encara como uma diversão que, sempre que pode, faz acompanhada com as amigas Camila e Jaci, que escrevem no blog, e também com Regina Stevanatto, outra colega que faz participações especiais no Site Comidinhas. Ao falar sobre esse assunto, ela se recorda da época em que as colegas Camila e Ângela escreviam notas para a editoria “Cultura”, no Diário do Grande ABC, e a convidavam para comer de graça em vários locais.

Bons tempos aqueles…

De jóias a “Melonas”, Cláudia Midori marca sua personalidade forte e conserva até hoje um caráter firme, comprovado por todas as suas amigas mais próximas. Ela não compra nada sem pedir a nota fiscal! Quantas só do “Melona” ela já deve ter em casa?

Já era fim de tarde em frente ao Restaurante e Café Banri, e eu começava a guardar em minha pasta uma pequena pilha de papéis contendo as informações necessárias para esse texto. Missão cumprida!

Cláudia já estava lá fora me esperando.

“Será que pego outro?” – fiquei me perguntando.

Me despedi dela com vontade de comer mais um “Melona” até à entrada da estação do metrô Liberdade.

“Será que fazem de outro sabor?”

Não, melhor segurar a vontade! Vou chegar em casa e ler antes o Site Comidinhas para ver o que Cláudia fala sobre o de morango!

Anúncios

Read Full Post »

Por Claudia Midori

Nem parece que passou um ano que nós começamos a contar nossas aventuras pelos restaurantes, bares e docerias por aí. É com enorme satisfação (rs!) que comemoramos o primeiro ano do blog Comidinhas – As aventuras gastronômicas de três jornalistas! Abaixo, selecionamos os lugares que mais tivemos prazer em comer e voltar. Esperamos que gostem das dicas!!!

Melhor japonês – Hiro (shopping Eldorado)
Melhor bairro para uma boa alimentação – Vila Madalena
Melhor padoca – Itiriki (Liberdade)
Melhor doce – churros de roda da A Casa do Churro (Tatuapé)
Melhor bar – Sacha (e peça para ser atendido pelo Claudio)
Melhor italiano – Senhora Massa
Melhor receita – brigadeiro de capim santo e todas de Nutella
Melhor festa – Achiropita (não deixe de ir no Conchetta)
Melhor custo x benefício – Kin Lin (Liberdade)
Revelação do ano – sorvete Melona
 

Read Full Post »