Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘Buenos Aires’

Desubicada

Torta de banana com chocolate da Persicco 

Último dia em Buenos Aires tomamos o café da manhã no hotel, fizemos o check out e fomos andar. Aproveitei para conhecer a Persicco, mas já falei dele em outro post. Depois do café, da torta de banana com chocolate e do tiramissú, fomos caminhar no Parque Rivadavia, no bairro Caballito. Aproveitamos para tomar um pouco de sol, ver umas barraquinhas que vendem CDs e LPs antigos, principalmente de tango, é claro!

De lá resolvemos conhecer o Museu Evita Perón… que estava fechado – era feriado, 1º de maio. Infelizmente vou ter que conhecer o museu em outra oportunidade. De lá, pegamos um táxi para o La Biela, meu namorado queria comer o tal lanche que havia comido no segundo dia em BA. Infelizmente, ele também estava fechado. Nem saímos do táxi… e acabei pedindo uma indicação para o motorista, que sugeriu o bairro Las Cañitas.

O bairro é bem agradável e lembra um pouco a Vila Madalena, em São Paulo. Optamos pelo restaurante El Portugues, onde escolhemos o prato de mesmo nome. Arroz, bife, salsão e batata frita mergulhados num molho de creme de leite, mais calórico impossível! Achei estranho o arroz no creme de leite, mas o salzinho resolveu o problema. O atendimento no lugar é muito bom e o restaurante não é muito caro. As porções servem bem duas pessoas e ainda sobra. Gastamos $ 80 pesos, o equivalente a 58 reais, com entrada, prato principal e bebida.

El Portugues

Enfim, o Comidinhas Buenos Aires chegou ao fim, não tenho mais nenhuma sugestão… hasta! 

*Desubicada é o título do post porque foi exatamente como me senti num dia de feriado em BA, ou seja, perdida…

(Claudia Midori)

El Portugues
Calle Báez, 499

Anúncios

Read Full Post »



 
Torta mousse do El Atheneo

Penúltimo dia em BA, o Anderson (meu namorado) cismou que não voltaria sem um casaco de lá. Perguntamos para várias pessoas onde era o melhor lugar para comprar couro e a resposta unânime: avenida Santa Fé! Reservamos a manhã e a tarde vendo vitrines. Com disposição, começamos a caminhar por ela desde a plaza San Martín, no centro, até a plaza Italia, em Palermo, são 6 km de distância.

Melhor que ver as vitrines, é conhecer a livraria Grand Splendid El Atheneo, antigo teatro fundado em 1908, onde funciona a livraria El Atheneo. São mais de dois mil metros quadrados que abrigam mais de 60 mil títulos. É possível ler calmamente nos antigos camarotes ou no café. Melhor ainda é provar uma saborosa torta mousse de chocolate ($ 14,70 com uma garrafa de água).

 livro_quinp.jpg

Após caminhar, caminhar, caminhar muito, fomos almoçar no Alto Palermo shopping (avenida Santa Fé, 3253). Não anotei o nome do restaurante italiano, mas adorei a macarronada. Não deu tempo de fotografar… estava com tanta fome que nem lembrei da foto.

Na volta, passamos pela calle Florida para fazer compras e voltamos para o hotel. À noite, fomos jantar no El Palacio de la Papa Frita para provar a famosa papa suflé, uma batatinha frita estufadinha. Logo que chegamos foi servido um pequeno cálice de vinho branco, seguido de uma bela cesta de pães com cinco variedades. O menu veio em seguida.

Escolhi a salada primavera (pedaços de frango, pimentão vermelho, cebola, alface e tomate), para o prato principal optei pelo frango com as batatas suflé e terminei com um belo sorvete mixto – nosso napolitano – morango, creme e chocolate. O Anderson pediu salada de jamón com ensalada russa (leia-se maionese), cervo da patagônia com ervilhas e batata assada. Para terminar no melhor estilo porteño, pediu um flan com doce de leite, um exagero de tão doce!

El Palacio de la Papa Frita

Antes de viajar pesquisei no site www.bue.gov.ar alguns lugares para conhecer. Na minha lista estava a Pâtisserie e confíteria Las Violetas, exatamente onde terminamos a noite tomando um café e capuchino. Escolhi o capuchino con crema ($ 5,70) que acompanha um pequeno copo de água muito gelada e uma pequena tortinha de chocolate com creme e morango. O Anderson preferiu o Café Violetas ($ 16) – café, cointreau, crema, gotas de tequila y chocolate rallado.

Violetas

Os vitrais do prédio (de 1884) são um caso à parte. Escolha um lugar ao fundo do salão, próximo dos vitrais e não tenha pressa para terminar seu café ou começar o café da manhã. Duas boas opções no cardápio:
Americano ($ 20)
Café, chá ou chocolate com leite, omelete, duas medialunas, suco de frutas, salada de frutas e torradas.
Brasileiro ($ 23)
Café, chá ou chocolate com leite, prato de frutas, jamón, queijo, suco e torradas. O Las Violetas funciona até às 3h.

(Claudia Midori)

El Palacio de la Papa Frita
Avenida Corrientes, 1612  esquina com a calle Montevideo
http://www.elpalacio-papafrita.com.ar
 
Las Violetas
Avenida Rivadavia, 3899
http://www.lasvioletas.com/site/esp/html/home/index.php

El Atheneo Grand Splendid
Avenida Santa Fé, 1860

Read Full Post »

                                              Legendary 10

Eu e meu namorado tínhamos decidido que no primeiro dia iríamos no Hard Rock de BA comer o Legendary 10 Burger. Eu havia experimentado em Hong Kong e tinha falado do tamanho monstruoso do lanche. Não consegui terminar o lanche inteiro… mas meu namorado devorou tudo antes de eu terminar meu lanchinho. Um vitral dos Beatles (lindo) e o ambiente bacana onde é possível escutar rock e algumas bandas latinas faz do lugar uma boa pedida para comer à noite.

(Claudia Midori)

Hard Rock
Avenida Pueyrredón, 2501, 2º andar
Shopping Buenos Aires Design

 Hard Rock

Read Full Post »



Buenos Aires                                                   

Desde dezembro estava programando uma viagem para Buenos Aires. Fechei o pacote em janeiro, esperei ansiosa até o final de abril para concretizar a viagem. Antes de embarcar para lá já havia comprado dois guias de BA para saber os lugares que iria conhecer e onde comer bem! Precisava conhecer a tal parrilla argentina…

No meu caderninho de anotações havia o Palácio de La Papa Frita, Hard Rock, Café Tortoni, II Gran Café, Café Havanna, La Biela e Las Violetas, além das sorveterias Persicco e Freddo. Conheci a maioria, da lista só não fui no II Gran Café, na calle Florida, no centro de Buenos Aires.

Nosso (fui com meu namorado) vôo saiu com duas horas de atraso, mas às 9h já estávamos voando. Após três horas de vôo, chegar ao hotel, fazer o check in e desarrumar as malas, fomos caminhar no centro de BA, conhecemos primeiro a calle Florida e paramos para almoçar no restaurante Ave Caesar e tapear a fome até mais tarde. À noite, fomos ao Hard Rock. Fomos assaltados pelo taxista… que cobrou 80 pesos ao invés de 8 pesos, mas deixa pra lá. É sempre bom tomar cuidado com os taxistas da cidade, dirigem feito loucos, os carros são velhos e, a maioria, amassados.  É bom ficar sempre atento e pegar apenas os rádio táxi que tem identificação da empresa e nunca pegar os remís, que sempre cobram mais caro pela corrida.

No segundo dia fomos ao La Biela, ao Café Tortoni, Freddo e Havanna, mas conto depois como foi…

(Claudia Midori)

Read Full Post »