Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Não perca da próxima vez’ Category

por Claudia Midori Nishiguchi

“…uma vez por ano, no dia sete do mês sete, a Via Láctea (Ama no Gawa) irá desaparecer e a princesa Orihime (Shokujo) e Kengyu (Hikoboshi) poderão se reencontrar…”

O Tanabata Matsuri conta a história da princesa Orihime e o seu amado Kengyu. Contrariando todos, eles se apaixonaram e negligenciaram as suas obrigações: o camponês não trabalhava e a princesa não governava. Como conseqüência, ambos foram castigados por uma entidade celestial que os transformou em estrelas, separadas pela Via Láctea. Devido à dor e ao sofrimento da separação, a entidade celestial concedeu um dia por ano para que o casal se reencontre e, em agradecimento, atenda aos pedidos feitos em papel (tanzaku) e amarrados nos ramos de bambu (sassadake). No final do festival, os bambus e os pedidos são queimados numa grande fogueira, para que a fumaça e as cinzas subam e levem os desejos até o casal.

Uma das maiores e mais belas manifestações do folclore oriental, o Tanabata Mtsuri ou Festival das Estrelas é realizado em São Paulo desde 1979. Nos dias de Tanabata Matsuri, as pessoas costumam escrever seus desejos em papeletas coloridas (tanzaku) e pendurá-los em ramos de bambu enfeitados (sassadake). Segundo a crença, os pedidos feito aos deuses serão atendidos como forma de gratidão pela dádiva recebida. 

Cada cor do tanzaku representa algum tipo de desejo:

Amarelo – dinheiro
Azul – proteção dos céus
Branco – paz
Rosa – amor
Verde – esperança
Vermelho – paixão 

É uma pena que a festa tenha sido no final de semana véspera do feriadão prolongado… queria ter voltado no domingo (mas as malas estavam prontas). Sábado de manhã estava a caminho da aula quando vi a Galvão Bueno toda enfeitada, linda!!! Não resisti, nunca resisto, a visitar as lojinhas da Liberdade, de tomar café da manhã, almoçar, jantar ou comer um lanchinho.

Sábado, dia 7, aproveitei para almoçar e curtir um pouquinho da Tanabata Matsuri. Até comentei da festa para as meninas, mas só a Jaci foi com a família. Na festa tinha barraca de pastel, yakissoba, bifum, churrasco, churros etc. O que mais chamava atenção do público era a tal pizza (sempre ela!) japonesa, o okonomiyaki. Para mim, a tal pizza japa parece mais uma massa de panqueca ou omelete. Tirei algumas fotos, mas fiquei com um belo prato de bifum com legumes e carne, uma delícia!!!

              Pizza japonesa

O okonomiyaki é uma massa grelhada e recheada com peixe seco, camarões secos, ovos, bacon, maionese, batata e repolho, entre outros ingredientes.

Fotos:
http://www.flickr.com/photos/sitecomidinhas/778232709/

Anúncios

Read Full Post »