Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Fui’ Category

Nós no Sacha

por Claudia Midori

O que você quer? Boa picanha? Boteco bacana? Serviço de primeira? Cerveja gelada? Petit gâteau sem calda de chocolate – e muito gostoso? Coca-Cola? Suco? Comidinhas?

Você quer tudo isso e sair satisfeito? O endereço é rua Original, 87, Vila Madalena. Já tinha escutado algumas pessoas falarem bem do Sacha, mas resolvi conhecer pessoalmente o lugar no sábado e não estou nem um pouco arrependida! Chegamos no bar era 12h30… e saímos às 18h porque os garçons estavam rondando nossa mesa. Só por isso, senão a gente tinha ficado mais tempo batendo papo, colocando a conversa e as fofocas em dia!

Ah, a picanha com alho é uma delícia mesmo. A costela não quisemos provar… mas o petit gâteau tem um recheio diferente no bolo que é bem gostoso!

Ah, Julio Neto, e suas dicas do México???

Bar do Sacha
Rua Original, 87, Vila Madalena
Tel.: 11 3815-7665
http://www.bardosacha.com.br

Read Full Post »

Por Camila Verbisck

Ontem eu acabei com uma das minhas maiores curiosidades: entrei em uma unidade produtora de refeição.

Foi lá no refeitório da Avon, quando eu fui entrevistar as nutricionistas para atualizar o conteúdo do manual de integração de novos funcionários.

Agora eu posso garantir que a comida é preparada tomando todos os cuidados do mundo com higiene e que essa história de que comida de refeitório tem salitre é mentira! Isso foram as nutricionistas que me contaram.

Eu tive até que me paramentar para entrar na cozinha, ou melhor, colocar toquinha, para que nenhum cabelo meu voasse no alimento que estava sendo preparado. Isso foi uma idéia esperta… (eu perco tanto cabelo! rs)

Fiquei lá na salinha das nutricionistas fazendo entrevista durante quase uma hora e tive alguns privilégios. Um deles foi degustar os sucos que iam ser servidos no almoço, um de chá verde com hortelã, bem refrescante, e outro de manga com maracujá, delicioso. A cor dos sucos era verde e amarelo porque fazia parte de uma campanha de endomarketing do novo perfume da Avon, o Life.

Agora, pelo menos para os funcionários da Avon eu posso falar: comam e deliciem-se, as refeições são preparadas tomando todos os cuidados do mundo e sempre com atenção na alimentação saudável, já que não são servidas frituras e as quantidades de proteínas e carboidratos são racionadas, pensando na saúde do usuário do restaurante. 

Read Full Post »

Macau

                Runas da Igreja São Paulo

por Claudia Midori

Além de Hong Kong, vou escrever sobre alguns lugares que fui em Macau. Não são muitas dicas de onde comer porque fiquei apenas um dia em Macau, na verdade, um pouco mais de 12 horas. Mas, o suficiente para conhecer os pontos turísticos mais famosos de Macau e provar a comidinha de alguns lugares.

Algumas fotos estão no flickr.

Read Full Post »

Tropical Paulista

por Claudia Midori

Lugar simples, comida boa e barata, assim é o Tropical Paulista, na rua Deputado Lacerda Franco. Você escolhe entre comer “por quilo (R$ 13,90)” ou “à vontade (R$ 6,90)”. Preferi a segunda opção por achar que valeria mais, até valeu porque peguei bastante salada e berinjela frita com shoyu.

Descobri o lugar procurando no google “restaurantes em Pinheiros”. Liguei um pouco antes do 12h para saber o menu do dia e fui sozinha, gostei de lá. No dia que quiser variar ou estiver com muita fome…

Tropical Paulista
Rua Deputado Lacerda Franco, 197, Pinheiros
Tel.: 3031-5280

Read Full Post »

Praça Cheese

por Claudia Midori

Você já teve vontade de trocar um belo prato de comida por um lanche? Acho que sim. De vez em quando adoro ir numa lanchonete comer um belo hambúrguer, mas hambúrguer de verdade! Não a bolinha achatada de carne com queijo por cima num prato quase vazio (como no Boteco Seu Zé, na Vila Madalena).

Bom, semana passada fui no Praça Cheese, uma lanchonete de esquina da rua Álvaro Anes com a paralela que não sei o nome. O atendimento é  rápido – essencial para os dias que você quer comer uma coisa rápida para aproveitar o horário de almoço. No meu caso, faço isso quando quero dar uma olhada nos lançamentos da Fnac ou tenho que voltar correndo para o escritório.

Eles também servem comida, mas não provei ainda. Por vive lotado, creio que seja bom. PS: O café é bom, tomei lá nesses dias que tava frio e a vontade era de ficar em casa na cama…

Praça Cheese
Rua Álvaro Anes, 25, Pinheiros
Tel.: 3812-1857

Read Full Post »

por Claudia Midori

Tem lugares que são charmosos a começar pelo nome. Outros são charmosos pelo local, pela rua, pelo prédio, o estabelecimento em si. Alguns são charmosos pela cor, pela decoração, pelo estilo. Não sei exatamente o que torna o Espaço Maria Pimenta mais agradável, mas ele é charmoso.

Adoro as mesinhas vermelhas, a decoração, as paredes vermelhas (mas não é um vermelho berrante), o ambiente gostoso, de pessoas que estão sempre comendo por lá sem aparentar ter pressa de voltar para o escritório. Difícil ver o Espaço vazio…

Hoje, fomos (eu e a Carol) no Maria Pimenta. Para mim é um pulo, um passo, basta atravessar a rua. Faz tempo que quero ir lá e não vou. Ir sozinha não tem graça, comer sozinha é sem graça! O bom é estar acompanhada, ter alguém para conversar, rir um pouco, enfim, dar uma distraída na hora do almoço.

Para saborear as delícias do Maria Pimenta você precisa estar com fome. Sim, muita fome, explico melhor… o lugar tem um menu fixo para cada dia da semana, portanto, não adianta querer outro prato além das 5 ou 6 opções da casa. A comilança começa com uma sopinha (hoje provamos a de legumes – muito boa!), depois veio a saladinha da casa (super caprichada – alface americana, beterraba, cenoura, ovos de codorna, pepino e repolho roxo) seguido do prato principal.

A Carol não come carne vermelha, por isso pediu filet de frango com molho de requeijão, arroz pilaf e bolinho de arroz com espinafre (o bolinho estava bom, apesar da Carol não ter comido nenhum por causa da aparência). Prato aprovado!

Eu preferi um filet à parmegiana, arroz e batata corada (que batatas – deliciosas e crocantes!). Adorei tudo, até mesmo o molho que parecia no começo um pouco sem graça (achei que parecia a Pomarola direto da lata para o prato). Com certeza voltarei mais vezes ao Maria Pimenta!

Para finalizar, ainda tinha a sobremesa. Pedimos bolo de cenoura com calda de chocolate (mudamos a calda). O fundo do bolo estava um pouco queimado, mas bom. Só achei que podia ter mais calda de chocolate! Chocolate quando se está ansiosa nunca é demais, alguém duvida ou discorda de mim?

Saldo total: 13 reais para cada uma! Tudo bem, não é um lugar caro, mas também não é barato. Não posso almoçar todos os dias lá, mas uma vez por mês, pelo menos, posso me dar ao luxo. Infelizmente estava sem minha câmera, mas atravesso a rua e tiro algumas para colocar aqui.

Quem estiver por Pinheiros, perto da Fnac, vá ao Maria Pimenta, juro que não irá se arrepender.

Maria Pimenta
Rua Álvaro Anes, 87, Pinheiros
Tel.: 3031-7749

Read Full Post »

Por Camila Verbisck

Como já é tradicional, esse ano o meu almocinho de aniversário foi ontem no Outback do shopping Anália Franco. Só para variar, comemorar lá significa comer muito, falar muita bobagem e ficar feliz, apesar de um pouco arrependida de ter jogado o regime pela janela…

Desta vez não prestamos atenção no nome dos pratos que comemos, mas a gente se empaturrou com frango empanado, carne e as famosas batatinhas fritas com muito queijo e bacon.

Eu sinceramente acho a comida do Outback um pouco forte, com muito sal, muito alho… mas é tão bom!

Ah, esse ano nós tivemos uma surpresa (de verdade!). Quase a gente enfarta quando as garçonetes vieram com a sobremesa brinde para aniversariantes e começaram a berrar “Parabéns a você!”.

Fica a dica para quem quer comer bem, em um ambiente tranquilo para colocar a conversa em dia com os amigos.

 As fotos estão no flickr.

Outback
www.outback.com.br
Shopping Anália Franco

Read Full Post »

               Puff 62º acompanhado da saladinha e o Suco Maravilha Rosa 

por Claudia Midori

Almocei sozinha esses dias, mas o que deveria ser chato, acabou virando um prazer. Andei um pouco mais pelo bairro, descobri outros restaurantes, lojinhas, botecos nojentos, restaurantes chiques, um pouco de tudo. Ontem acabei no restaurante da lojinha 62º.

A loja tem de tudo um pouco, principalmente artigos para decoração e baboseiras que as mulheres adoram. Não posso ver bloquinhos… tenho vontade de comprar todos! Fui atrás de um presente para a Camila – ela faz aniversário na próxima terça, mas vamos comemorar no domingo!

O restaurante da lojinha é natureba, não vende refrigerante, somente suco orgânico, água, água de coco, vinho, chá, café, chocolate, capuccino, salgados, bolos, tortas, sopas (tem sopa fria, argh!) e saladas.

Meu pedido começou pelo que chamou minha atenção, nada natureba. Queria provar o Suco Maravilha Rosa – groselha com água de rosas (R$ 3,40). Quando perguntei se era bom, eis a resposta: “É para você ficar bemmmm calminha”, disse o garçom simpático, rs. Cheguei agitada na loja, não sabia o que comprar, se comia antes, se comia depois. O garçom também disse beber “a toda hora” para aguentar o agito da cozinha apertada (apertada mesmo, são 5 ou 6 pessoas espremidas num cubículo!).

 Para comer pedi o Puff 62º (R$ 5), com a salada sai R$ 15 (dois Puffs e míseras folhas). Perguntei para o garçom o que tinha no Puff – NÃO consegui distinguir o sabor, só sabia que tinha parmesão. Descobri que o tal Puff é uma polenta com parmesão, mas devo confessar que adorei, mesmo não sabendo o que eu havia engolido minutos antes.

Fotos

62º
Praça dos Omaguás, 62, Pinheiros
Tel.: 3813-8434
62graus@terra.com.br

Read Full Post »

por Claudia Midori

Faz mais de um mês que fui no Elídio com meu namorado, mas sempre esquecia de pegar o bloquinho que havia anotado o que comi e algumas sugestões da casa para escrever no blog. Enfim, ontem joguei o bloquinho no buraco negro da minha bolsa.

O mais difícil para mim ao falar do Elídio é que só tenho elogios, muitos elogios. Vou começar pelo balcão de acepices. São mais de 120 petiscos, o mais farto de São Paulo, é difícil decidir o que provar, acabamos com o trivial – tomate seco, sardinha, cebolinhas, queijos, salame etc.

A placa indicando o lugar faz falta, mas é fácil achar pelas mesinhas do lado de fora que vivem cheias de homens bebendo chopp após o serviço. Sei disso porque passo em frente na volta para casa. As fotos PB de São Paulo e os pôsters diversos são bem legais, alguns são cópias de anúncios antigos da Brahma. “Quem tem boca vai a Brahma”, está escrito em uma das propagandas que anotei no bloquinho.

Aberto em 1973 pelo paulistano Elídio Raimondi, o bar está muito além do famoso balcão de tira-gostos. Escolher um petisco é tarefa árdua. Tudo parece ser gostoso e recomendado pelos garçons e visitantes frequentes. Acabamos optando pela picanha fatiada no rechaud – são 750g de picanha! Acompanha farofa, alho frito, vinagrete e repolho. Também pedimos uma porção de arroz (não anotei o preço) e mandioca frita (R$ 8). Nem precisava do arroz, mas como minha mãe diz: “Japonês não fica um dia sem arroz”!

Para os que não gostam da mandioca e batata frita, anotei algumas porções para sugestão:

Kibe (R$ 11)
Bolinho de queijo (R$ 11)
Croquete de camarão (R$ 14)
Coxinha (R$ 11)
Salgados variados (R$ 13)
Salsichão aperitivo (R$ 12)
Linguiça apimentada com parmesão (R$ 16)
Costela defumada (R$ 21)
Carne de sol com mandioca (R$ 24)

Ainda volto no bar para experimentar o lanche que leva o nome do bairro, o Mooquinha (R$ 9) – carne moída com mussarela e tomate seco.

Outra sugestão, se puder (claro!), converse um pouco com o Félix! Fofo, trabalha há 34 anos no bar, ele é muito bacana!

Elídio Bar
Rua Isabel Dias, 57, Mooca
Tel.: 6966-5805

Read Full Post »

Aloha!

por Claudia Midori

Ontem fui no centro de São Paulo no meio da tarde para um compromisso que terminou após às 18h. Pegar o trânsito de lá para Pinheiros era uma loucura, daí resolvemos (tinha um mala comigo, rs) parar num lugar e tomar um café até o táxi chegar. Faz um tempo que não voltava na Aloha Coffee e Bakery, na rua Direita, em pleno centrão de SP.

A Regina e mais alguém (que eu não lembro) comentou que achava NADA higiênico os pães da Itiriki (padaria da Liberdade) por ficarem expostos sem nenhuma proteção. Na Aloha é bem diferente, o atendimento é bem melhor que a Itiriki, além de todos os pães ficarem embalados um a um. Os preços também são diferentes – um pouco mais baratos. Ontem voltei pra casa com uma bandeja de carolinas super, hiper, mega recheadas de doce de leite, uma delícia! Vale a pena ir lá!

Fotos

Aloha Coffee & Bakery
Rua Direita, 240, Centro, SP
Tel.: 3101-6099 / 3101-8708

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »