Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 14 de Abril, 2008

Hiro

Hiro

por Claudia Midori

A palavra hiro tem vários significados, mas o principal (pelo que consultei no dicionário) é grandioso. Mas, o que isso tem a ver com a comida ou o restaurante em questão? Tudo!

Quinta, dia 10, eu, o Mário Soma e a Chris Hato fomos ao Hiro (do shopping Eldorado). Fundado em 2000, o restaurante estava cheio (mas esperamos pouco) – sem falar que éramos os únicos de olhos puxados. É incrível como a comida japonesa atrai (e muito) várias pessoas. No Hiro, o ambiente é bem iluminado e limpo. Melhor ainda é o atendimento – cordial e rápido.

Sushi-ya, sobaya-ya, ramen-ya, yakitori-ya são os sistemas mais conhecidos de comida no Japão, mas nenhum deles é tão comum (no Nihon) quanto o Kaiten-sushi. Conhecido como o fast-food na culinária japa, o sistema “sushi train” consiste em uma esteira que circula no balcão do restaurante, levando sushis e sashimis.

Admirada com a beleza dos pratos, esqueci de anotar os nomes das comidinhas. Peço desculpas pela falha… mas devo voltar ao Hiro e anoto os nomes dos pratos fotografados e sugeridos pelo Mário. Não deixe de provar a lula em anéis empanadas (macias e temperadas na medida certa), o skin com limão (acredite, o limão dá um toque especial – e não é amargo) e o joey empanado (macio, cremoso e crocante) – todos maravilhosos!

 Outras fotos

Hiro – Shopping Eldorado
Av. Rebouças, 3970 – 3º piso
Tel.: (11) 3766.7090
Segunda a sábado: 11h às 15h / 19h às 23h • Domingo:12h às 15h30
atendimento@restaurantehiro.com.br

Read Full Post »

por Claudia Midori

Sou fã de Sex and the city! Sábado vibrei ao saber a data que o filme chega no Brasil – dia 6 de junho. Como colocar o trailer do filme não tem cabimento, escolhi um vídeo que ensina como fazer um cosmopolitan – bebidinha hit da antiga série.

 

Read Full Post »

por Camila Verbisck

Eu já tinha ouvido falar no Ice Cream Maker em algum lugar, mas não lembro onde.

Vi no blog do Katsuki de novo e achei interessante.

Só fiquei com algumas dúvidas. Esse tal rock salt é o sal que a gente tem aqui ou é diferente? A gente tem que fazer ou comprar o tal creme para colocar dentro da bola? Tem que comprar corante artificial para esse sorvete?

Acho que vale mais a pena fazer a receita super fácil de sorvete que fizeram aqui no trabalho outro dia.

Sorvete fácil

1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
3 colheres de chocolate em pó

É só misturar tudo e bater no liquidificador durante 3 minutos. A quantidade de chocolate em pó pode variar de acordo com o gosto do freguês.
Depois de tudo bem misturadinho, coloque no freezer. Segundo o pessoal aqui, estava escrito na receita que ficava bom para comer em uma hora, mas a gente descobriu que é mentira. Tem que deixar pelo menos de um dia para o outro.
O resultado é um sorvete bem cremoso e com gosto de Chicabon.

Read Full Post »

Trailer do filme Estômago

Para quem ainda não viu…

Read Full Post »

Sem Reservas

por Claudia Midori

Esse filme é mais velho… vi no avião, e estou com vontade de alugar para ver novamente. Adorei o filme!

Read Full Post »

LUIZA FECAROTTA
da Revista da Folha

Divulgação
Raimundo Nonato, protagonista do filme "Estômago", é vivido pelo ator João Miguel
Raimundo Nonato, protagonista do filme “Estômago”, é vivido pelo ator João Miguel

Um toque de alecrim e pimenta-do-reino foi o segredo de Raimundo Nonato para dar sabor à comida insossa do presídio. Vivido pelo ator baiano João Miguel, 37, o personagem protagoniza o longa “Estômago”, que teve estréia paulista na sexta, dia 11. É se dedicando aos prazeres e ofícios da cozinha que Nonato vai vencendo as agruras da vida na cidade grande.

Com simplicidade e carisma, o cearense consegue emprego em um boteco para fazer faxina, coxinhas e pastéis (com pinga na massa); vira ajudante em um restaurante italiano e, assim, aprende a selecionar os melhores ingredientes no mercado. Conquista ainda o estômago de uma prostituta por quem se apaixona e também ganha confiança (e poder) entre seus companheiros de cela.

Para marcar sua estréia, a produção do longa, dirigido por Marcos Jorge e baseado em conto de Lusa Silvestre, criou um livro de receitas virtual com pratos elaborados por blogueiros de gastronomia.

Nomes conhecidos no mundinho gourmet virtual, como Tatiana Damberg, do blog “Mixirica”, Neide Rigo, do “Come-se” e Alessander Guerra, do “Cuecas na Cozinha”, foram convidados a assistir a uma sessão especial de “Estômago” e, então, desenvolveram pratos inspirados no longa.

A única exigência era o número de receitas, limitado a duas por chef. Alessander Guerra, por exemplo, usou ingredientes que enriqueceram os pratos de Nonato, como o nhoque de batata ao alecrim com molho de gorgonzola, damasco e nozes. Fabiana Zanelati, do blog “Rainhas do Lar”, entrou na brincadeira e criou uma receita exclusivamente para a Revista, também utilizando alguns dos produtos prediletos do protagonista. O resultado é o tomate recheado à Nonato, com gorgonzola e nozes.

Correria no boteco

Baiano de família italiana, o ator João Miguel sempre carregou o desejo de conhecer os lugares por meio da comida e aceitou sem titubear o convite para ser o protagonista. “Eu tinha seis anos e meu pai disse: “Se um dia você ganhar dinheiro e tiver se sentindo duro, triste, vá no melhor restaurante e peça a comida que quiser que você vai se sentir rico””, relembra o ator.

Para encarnar Raimundo Nonato, ele fez estágios em um boteco e em um restaurante italiano em Curitiba. “Eu lavava louça, servia cerveja na correria. Também acompanhei a preparação de pratos dentro da lógica de um restaurante, onde tem silêncio, diálogo, relações, concentração. Tudo isso foi importante para criar o meu Nonato.”

Hoje, o ator olha a comida de outro jeito. Mas seu prato predileto continua o mesmo desde a infância: “É um que comi minha vida toda, em Salvador, um arroz-de-hauçá”. Receita afro-baiana que, na versão que ele gosta, vai ao forno com carne-seca, um crocante com castanha de caju, camarão-seco e amendoim com molho de dendê e um toque de leite de coco.

Este último é um dos ingredientes mágicos com que seu personagem, Raimundo Nonato, incrementa o arroz servido aos seus companheiros de cela, numa espécie de festa de Babete dos condenados.

Colaborou Giuliana Bastos

Read Full Post »

Livro

Aqui você pode encontrar o livro de receitas feito a partir do filme “Estomâgo”.  Nele estão, além das 22 receitas dos 12 blogueiros, o passo a passo dos comes e bebes preparados no filme, como o xinxim de galinha que Nonato faz na cadeia.

Read Full Post »

Older Posts »