Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 22 de Julho, 2007

por Regina Lara Stevanatto 

O título da minha matéria é tirado de o nome de uma comunidade do orkut, mas não encontrei frase melhor para definir minha experiência com saquê.

A famosa “bebida para pegar mulher” é sempre bem-vinda!
No sábado (21/07) aconteceu o 10º Festival do Japão no Pavilhão Imigrantes, em São Paulo. Interessados em missigenar nossa cultura, reunimos um modesto grupo de amigos para a aventura nipônica.

Logicamente nos esbaldamos de comer iguarias como o KaniBall, um empanado de kani e peixe, realmente delicioso. Também houve a famosa romaria ao picolé Melona, já comentado no site, mas experimentado também nas versões feijão azuki e banana, mas esse tema é para outro colunista.

Os frequentadores do site sabem que minha coluna é exclusivamente sobre bebida, e nesta missão, fui atrás do saquê!

Como era de degustação, o escolhido foi o Azuma Kirin Dourado. Tanto no estande que servia puro, quanto em saquerinha, que já me disseram ser culinário, por isso o preço bem mais acessível e encontrado facilmente no Pão de Açúcar mais próximo da sua casa. Mas navegando pela internet ontem, descobri um outro tipo de Azuma Kirin, que inclusive tem escrito “culinário” e vem em uma garrafa plástica, parecida com óleo de soja.

Para a versão com frutas, o saquê que tomei na feira é uma opção válida e barata. O preço médio varia de R$12,99 a 14,99. Ele só precisa ir a geladeira após aberto, pois é pasteurizado.

Este saquê pode ser servido em temperatura ambiente, como provei, puro e gelado, que provei na caipirinha. Algumas pessoas tomam quente também. Dizem que a temperatura ideal é de 35 graus. Quando aquecido tem um sabor parecido com melão, e quando resfriado, fica frutado, por isso em caipirinha é tão apreciado pelas mulheres. Eu mesma, quase que não percebo o álcool. Puro e em temperatura ambiente. Também pode ser servido puro com sal na borda, mas não experimentei esta versão ainda. Como ele puro é um pouco amarguinho, deve ficar bom. Mas nem de longe parece o gosto de tequila, por isso não recomendo incluir o limão!

A bebida geralmente é tomada antes das refeições e é composta apenas de água e arroz. Levam cerca de 30 dias para a preparação, e uma garrafa tem o prazo de validade de até dois anos – e a graduação alcoólica é de, geralmente, 16%.

Segundo o Wikypédia, este é o Ritual para tomar o saquê:

“Levante o seu copinho para receber a bebida, servida sempre por seu vizinho de mesa, apoiando-o com a mão esquerda e segurando-o com a direita. É imprescindível que você sirva o seu vizinho de mesa porque não é de bom tom servir a si próprio. O copo de saquê deve sempre ficar cheio até o final da refeição. A tradição manda fazer um brinde, Campai, esvaziando o copinho num só gole. É sinal de hospitalidade e atenção.”

Wikypédia

http://pt.wikipedia.org/wiki/Saqu%C3%AA
Curiosidades

http://www.culturajaponesa.com.br/htm/saque.html

Anúncios

Read Full Post »