Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 2 de Junho, 2007

Faz uma semana que minha irmã veio de Campinas para casa. Sabe como é, a faculdade dela aderiu à greve e ela achou que eles eram desorganizados demais para fazerem protesto, então ficar por lá não ia valer a pena.

Desde o dia em que a Larissa chegou está inspirada para cozinhar. Já fez almoço, jantar e vários bolos!

Outro dia eu acordei com vontade de comer bolo formigueiro. Comentei com a minha mãe e no mesmo dia lá estava a Larissa indo ao supermercado para comprar os ingredientes. Ou melhor, essa foi a primeira vez que ela foi ao mercado. Depois ela foi mais umas duas vezes e eu outra, porque sempre faltava alguma coisa para completar a lista…

Quando chegou a hora de bater o bolo, o desastre foi além do esquecimento de ingredientes. Primeiro, a receita estava meio mal escrita e falava para bater o granulado junto com o resto. Minha irmã, como iniciante em assuntos de cozinha, nem desconfiou que estava errado e bateu tudo junto.

Além disso, ninguém tem consciência de que bater os ingredientes e só depois as claras em neve sempre dá confusão… Estava ela batendo a farinha, as gemas, a manteiga, o coco ralado (e o granulado) e tudo estava voando! Claro… a massa estava seca!

Foi quando ela me pediu socorro para colocar o fermento enquanto ela controlava a batedeira (estava escrito na receita que não podia parar de bater). E fui eu correndo ajudar.  

Eu peguei a primeira latinha de fermento que apareceu na minha frente. Depois que o bolo estava no forno, veio a minha irmã me falar que o fermento que eu coloquei estava vencido… fazia só dois anos!

Eu liguei correndo para a minha vó (minha consultora master em assuntos culinários) e perguntei o que poderia acontecer com o bolo. Ela disse que o máximo seria ele não crescer.

O bolo até cresceu, mas por causa da mistura do granulado com o coco ralado ficou com uma textura estranha, meio seca, meio crocante…

Todo mundo achou até que ficou mais gostoso do que se fosse um bolo formigueiro!

(Camila Verbisck)

Read Full Post »