Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 8 de Maio, 2007

Alfajor 

Não, ele não é argentino, mas merecia ser. A história do alfajor, o doce mais tradicional da Argentina tem origem na cozinha árabe. O doce nasceu em Andaluzia, e seu nome vem de “al-hasu”, que em árabe significa recheado. Originalmente produzido com amêndoas, mel e avelãs, chamou-se também alaju, e chegou às ruas espanholas como alfajor. Daí para frente, sua receita sofreu várias alterações, até chegar à composição atual que usa farinha, açúcar, ovos, essência de limão e amêndoas, recheada de doce de leite e coberta de chocolate ou açúcar.

No século XVIII, em Córdoba, nos conventos e casas religiosas, mãos habilidosas preparavam entre outros doces um biscoito de formato quadrado, unidos entre si por doce de leite e cobertos de açúcar, era chamado de tableta.

O pioneiro dos alfajores argentinos foi, em 1869, D. Augusto Chammás (químico francês que chegou em 1840) que inaugurou uma pequena indústria familiar dedicada à confecção de doces e outros confeitos. Só tenho uma coisa a dizer a ele, muito obrigada! Adoro alfajor!

Na Argentina o alfajor é um produto de primeira necessidade, há sempre um Café Havanna aberto até meia-noite e, claro, sempre tem alguém apreciando um saboroso café com o doce. O Havanna tem uma torta – que nada mais é – que um alfajor imenso. Não consegui comer o pedaço inteiro, mas é uma delícia!!! No menu, a torta vem acompanhada de um pequeno suco de laranja e um copo enorme de café com leite.

Assim como a carne e o couro, o alfajor é uma instituição nacional, e o Café Havanna também. Criada em 1947 em Mar del Plata, a 400km de Buenos Aires, o Havanna foi comprado por US$ 85 milhões em 1998 pelo Exxel Group. Há aproximadamente 20 cafés na cidade, onde você pode tomar um café acompanhado do alfajor ou do havannet, outra delícia da marca. Além de vender os tradicionais alfajores, a empresa atualmente é conhecida pelos seus cafés, que já tem 17 unidades no Chile, cinco no Paraguai e algumas (poucas) em São Paulo. Para nossa alegria, a empresa, com parceria do grupo Bright Star Foods, espera inaugurar 15 cafés nas regiões sul e sudeste do Brasil.

*Para quem já foi para Buenos Aires deve ter estranhado a foto que, realmente, não é do Café Havanna. Infelizmente, saí de BA sem uma foto do Café Havanna! As fotos são da Brioche Dorée (calle Florida, 753, na Galerías Pacífico, que também produz alfajores deliciosos e fresquinhos!  

alfajor1.jpg

(Claudia Midori) 

Café Havanna
Calle Guido, 1996
segunda a sexta e domingo, das 9h às 21h30
sextas e sábados, das 9h às 1h30
www.havanna.com.ar

Anúncios

Read Full Post »